Tag

Alep

Browsing

Nesta segunda-feira (13), através de uma iniciativa parlamentar de minha autoria, a Assembleia Legislativa do Paraná realizou uma homenagem póstuma à trajetória pessoal e profissional do jornalista e escritor Fábio Campana, falecido no ano passado aos 74 anos. Nesta solenidade entreguei um certificado de Menção Honrosa à família do jornalista, representada pela professora e psicóloga Denise de Camargo, com quem Campana foi casado por quase 50 anos.

A sessão contou com a presença de familiares, amigos e convidados.

Destaquei no pronunciamento que Fábio Campana valorizou o amor e a família, o caráter e a índole das pessoas. Ele foi secretário de Estado, editor e colunista de jornais, além de comentarista em rádios. Também manteve um conceituado blog em seu nome. Fábio era um adversário do esquecimento, pois sabia que somos feitos da memória. Para nós, em nome da Assembleia Legislativa do Paraná, reverenciar essa personalidade é uma forma de agradecer a família por suas contribuições e pelo conjunto da obra do homenageado.

ASSISTA O VIDEO DA HOMENAGEM NA ALEP, CLIQUE AQUI

A nossa gratidão para sempre!

O atual projeto de lei (PL) do Deputado Boca aberta Jr. estabelece o Programa Internet Solidária, que visa garantir o pagamento de pacote de internet para as famílias de baixa renda residentes no Paraná, cuja a internet seja utilizada exclusivamente para fins residenciais.

Confira quais são os requisitos para uma família ingressar nesse programa:

I – Sua unidade consumidora deve estar classificada como residencial, nos termos previstos pela Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica,
em suas normativas.

II – Sua unidade consumidora deve ser beneficiária da Tarifa Social de Energia Elétrica do Governo Federal, seja a família inscrita no Cadastro Único com renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional, ou quem receba o Benefício da Prestação Continuada(BPC).

III – Não possuir mais de uma unidade de consumo de energia elétrica sob sua titularidade, mediante identificação pelo Cadastro de Pessoa
Física – CPF.

IV – O benefício fica limitado a apenas um membro da família registrada sob mesmo Código Familiar no Cadastro Único.

O projeto vem para garantir a inclusão dessas famílias de baixa renda no mundo digital, trazer mais acesso as informações, facilidade nos estudos e facilitar e reduzir os gastos com custos básicos de uma família.

O projeto de lei 687/2019, do deputado Luiz Fernando Guerra (PSL), destaca também que, além de diversificar ainda mais os produtos servidos aos estudantes, a iniciativa também busca apoiar o produtor rural familiar.

Levantamento da Associação Brasileira de Piscicultura (PeixeBR), que congrega produtores, empresas da cadeia produtiva e entidades de classe, e publica o Anuário PeixeBR destaca que a produção de peixes de cultivo no Paraná cresceu 9,3% em 2021, consolidando ainda mais a liderança do estado na piscicultura brasileira, onde  nossa participação nacional representa 22%.

Foram 188.000 t no ano passado contra 172.000 7 no ano anterior: 16 mil toneladas a mais na produção.  Em volume de tilápias inteiras congeladas exportadas, o estado também ocupa a primeira posição. Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), a piscicultura movimenta cerca de R$ 1 bilhão por ano no Estado.

Na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Luiz Fernando Guerra é autor do projeto de lei 687/2019 que busca a inclusão da carne de peixe na merenda escolar e fará com que a iguaria faça parte das refeições dos 1,1 milhão de alunos da rede pública de ensino.  A iniciativa parlamentar defende a aquisição da carne de peixe e seus derivados pelo Programa de Alimentação Escolar como forma de diversificar os produtos oferecidos no cardápio da merenda e para estimular os pequenos produtores a investirem na piscicultura como fonte de geração de renda nas propriedades rurais.

Para o deputado Luiz Fernando Guerra milhares de alunos têm na alimentação escolar sua principal fonte de nutrientes e, muitas vezes a única refeição do dia. Ao longo da pandemia, por exemplo, verificou-se como a merenda fez a diferença na vida de muitos estudantes e, por isso, garantir que esta alimentação tenha qualidade e seja saudável é essencial.

A proposta estipula que a carne de peixe deve ser servida ao menos uma vez por semana, respeitada a cultura alimentar, o perfil epidemiológico da população atendida e a vocação agrícola de cada região do Estado. Os profissionais de nutrição responsáveis pelos cardápios determinarão qual o melhor momento e forma para servir o alimento.

“Por ser um alimento saudável e nutritivo a inclusão do pescado pode fazer diferença no desenvolvimento dos nossos alunos. Seja para garantir que crianças e adolescentes consigam ter uma refeição mais rica em proteína, ou mesmo para tentar mudar os hábitos alimentares, visto o crescimento nos últimos anos dos índices de obesidade infantil entre crianças e adolescentes” destacou o parlamentar na justificativa do projeto que tramita nas comissões permanentes da Alep.

“Além dos benefícios para a saúde que o peixe proporciona, as projeções de crescimento da atividade tornam a piscicultura um ramo interessante para os pequenos produtores rurais”, afirmou o deputado Luiz Fernando Guerra.

A SANEPAR (Companhia de Saneamento do Paraná) instalou na última 2ª feira, dia 21, dois geradores de energia elétrica na unidade de captação de água, no Rio Pato Branco. Os equipamentos possuem capacidade de 1 Megawatt (MW) de potência cada, e serão acionados sempre que houver registro de queda na energia fornecida pela rede da COPEL.

O deputado Luiz Fernando Guerra comemora essa conquista em nome da população patobranquense, e agradece o apoio do Governo do Estado do Paraná em nome da diretoria executiva da SANEPAR que prontamente atendeu mais essa reivindicação de iniciativa do seu mandato parlamentar em nome dos moradores dos bairros que serão beneficiados e também em atenção à pedido formulado pela população junto à Bancada na Câmara de Vereadores e ao seu gabinete parlamentar.

De acordo com o deputado desde 2019 ele tem se empenhado na resolução dessa situação que teve dois requerimentos aprovados pelo Plenário da Assembleia Legislativa, através dos quais cobrava investimentos para ampliação e melhorias no sistema de abastecimento, construção de novos reservatórios e assentamento de adutoras, além de providências para a instalação de geradores de energia para serem acionados em casos emergenciais e por conta das constantes quedas de energia elétrica que vinham sendo registradas e levadas ao seu conhecimento, diz o parlamentar.

O deputado Luiz Fernando Guerra destaca ainda, que com a resolução desta demanda, os consumidores serão beneficiados com redução na conta mensal, uma vez que nas áreas afetadas por ocasião do retorno do fornecimento da água havia aumento de ar e pressão na tubulação, que ocasionavam reparos nas válvulas e boias das caixas de águas, causando prejuízo com a manutenção, que não eram ressarcidos pela companhia, além da turbidez na água fornecida para o consumo.

O parlamentar recorda que muitas regiões de Pato Branco recentemente tiveram o abastecimento de água comprometido por quase 24 horas em função das quedas de energia elétrica. Algumas regiões, inclusive, à exemplo dos consumidores da região sul e a região da comunidade de São Roque do Chopim, que precisaram utilizar caminhão pipa.

O requerimento do deputado pede atenção especial para as comunidades dos bairros São Roque do Chopim, Alvorada, São Cristóvão, São Francisco, Fraron, Novo Horizonte, La Salle, Veneza, Santo Antônio, Jardim Floresta, Bairro Bonatto, São João, Vila Isabel, Planalto e Parque do Som, além da área central incluindo a Delegacia da Policia Civil e a carceragem, frisa o deputado Luiz Fernando Guerra.
“O nosso mandato é pautado pelas causas que dizem respeito e importam ao povo e estamos sempre atentos às principais demandas coletivas e buscando com nossa intervenção política junto ao Governo do Estado a melhor solução para os problemas apontados. Esse é o nosso compromisso!”, concluiu o deputado Luiz Fernando Guerra.

Além de pagar dos deputados e assessores, Assembleia Legislativa do Paraná disponibiliza até R$ 31.679,80 mensais a cada um dos 54 parlamentares a título de”verba de ressarcimento”. Esse dinheiro é usado para bancar, por exemplo, gastos com transporte, alimentação, telefone, combustível, correspondência, locação de imóveis e equipamentos de informática, divulgação e serviços técnicos (como advocacia, contabilidade etc).

De janeiro a novembro do ano passado – o relatório de dezembro ainda não está pronto – esses gastos totalizaram R$ 12.042.803,01, contra R$ 13.810.923,67 de igual período de 2019. Houve uma redução de 12,80%, o que é explicado pelo fato de a pandemia ter restringido as atividades parlamentares. Veja a seguir quanto cada deputado gastou:

Galo                            R$ 348.338,84
Soldado Adriano        R$ 341.211,21
Plauto Miró                 R$ 337.868,44
Paulo Litro                  R$ 330.117,36
Tiago Amaral              R$ 326.158,76
Luiz Carlos Martins    R$ 322.322,88
Cristina Silvestri         R$ 315.055,64
Boca Aberta Jr           R$ 314.234,75
Cobra Repórter          R$ 312.436,82
Requião Filho             R$ 310.520,84
Ricardo Arruda           R$ 307.952,84
Francisco Bührer        R$ 305.499,30
Coronel Lee PSL        R$ 300.614,14
Francischini                R$ 297.884,40
Soldado Fruet             R$ 282.032,40
Alexandre Curi            R$ 281.531,44
Luiz C. Romanelli        R$ 280.333,51
Jonas Guimarães        R$ 273.974,85
Rubens Recalcatti       R$ 273.868,21
Tercílio Turini               R$ 270.385,52
Douglas Fabrício         R$ 270.247,00
Alexandre Amaro        R$ 268.156,13
Delegado Jacovós      R$ 264.364,73
Delegado Fernando    R$ 260.603,28
Gilberto Ribeiro           R$ 255.244,04
Arilson Chiorato          R$ 254.062,42
Ademar Traiano          R$ 252.213,96
Anibelli Neto                R$ 251.662,07
Dr. Batista                    R$ 240.580,39
Emerson Bacil             R$ 233.338,87
Nelson Justus              R$ 233.241,91
Tião Medeiros              R$ 233.238,95
Reichembach               R$ 233.113,37
Professor Lemos         R$ 228.681,91
Mauro Moraes              R$ 228.058,80
Artagão Jr.                    R$ 227.880,41
Hussein Bakri               R$ 221.891,87
Michele Caputo            R$ 204.086,87
Nelson Luersen            R$ 200.535,44
Tadeu Veneri                R$187.204,40
Maria Victoria               R$ 181.807,58
Goura                             R$ 178.223,08
Mara Lima                     R$ 174.658,81
Do Carmo                      R$ 168.210,77
Marcel Micheletto        R$ 166.768,93
Luciana Rafagnin         R$ 165.987,39
Subtenente Everton     R$ 161.348,38
Gilson de Souza            R$ 149.105,27
Gugu Bueno                   R$ 147.683,65
Homero Marchese        R$ 127.435,94
Marcio Pacheco            R$ 127.358,57
Evandro Araújo              R$ 103.531,96
Mabel Canto                   R$ 61.076,02
Rodrigo Estacho            R$ 60.053,90
Luiz F. Guerra                 R$ 31.905,18