Edenilso Rossi

Aceitei ingressar no MDB na condição de ser candidato a Senador, diz Rossi

Compartilhe

O empresário Edenilso Rossi aproveitou sua participação no encontro do MDB de Pontal do Paraná, na noite de sexta-feira (27), para esclarecer os motivos que o levaram a aceitar o convite para ingressar no partido. “Vim para o MDB a convite do Anibellinho (Anibelli Neto, presidente estadual), que me procurou e disse ‘Rossi, você tem que vir’, desde lá atrás, o João Arruda, companheiros nossos, chamando”.

“Falei que só viria com uma condição: quero disputar o Senado da República”, ressaltou Rossi, que recebeu todas as garantias para levar em frente suas intenções. “Tenho 25 anos de empresariado, uma empresa que gerou milhões de empregos, pago imposto como todo mundo, sei o quanto um funcionário e pago com muito gosto, com muita honra”.

“São 25 anos sem atrasar um salário. Então acho que mereço esta condição de disputar”. O pré-candidato lembrou o momento do encontro, que já passava das 10 horas da noite de sexta-feira “Todos nós podíamos estar em casa com a família, mas estamos fazendo política, por que só temos uma forma de melhorar este país e este estado, que é fazendo política”.

Na avaliação de Edenilso Rossi, a candidatura ao Senado será importante para dar o palanque para a Simone Tebet, presidenciável do MDB no Paraná. “A presidente da República tem que chegar no Paraná e ter todos nós ali, preparados para recebê-la, para andar com ela pelo Paraná, pedir votos e transformar o Paraná com o Ratinho Junior e o Brasil com a Simone Tebet”.

Deixe uma resposta